Aumente o tráfego qualificado no seu site.
Email info@fredericolopes.com

8 passos para gerir com eficácia um site WordPress existente

Home > Blog > WordPress > 8 passos para gerir com eficácia um site WordPress existente

Como freelancer ou agência de Marketing Digital, vai apanhar dois tipos de clientes: aqueles que precisam de um novo site e aqueles que têm um site que precisa de gestão. É neste segundo tipo de cliente que precisamos dar atenção especial.

8 passos para gerir com eficácia um site WordPress existente

 

8 passos para gerir com eficácia um site WordPress existente

À primeira vista, um site existente que precisa de manutenção parece uma dádiva do céu, certo? Nenhum desenvolvimento será necessário; basta começar a contar o relógio, estar pronto caso algo corra mal, e faturar o cliente. Bem, obviamente, no mundo WordPress, e apesar de o adorarmos, nunca será assim tão fácil. E caso pense o contrário prepare-se para o prejuízo. Um site que não sabe quem criou é uma entidade desconhecida, além de que a maioria dos clientes tem mesmo muito pouco conhecimento acerca do “funcionamento” do seu site.

Faça antes a seguinte lista de verificação ao aceitar a gestão de um site WordPress que não criou. Estas etapas foram criadas para o ajudar a avaliar o site rapidamente, e para que não gaste muito tempo para começar a trabalhar.

1. Acesso:

  • Painel do WordPress: Obviamente, precisará de acesso a nível de administrador ao painel do WordPress do site. Depois de aceder, remova o acesso do desenvolvedor anterior.
  • Acesso de hospedagem, FTP / FTP e cPanel, se usados.
  • Acesso CDN, se usado:
  • Register do domínio: isto até pode ou não ser necessário, dependendo do nível de gestão que está a fornecer. Se o seu contrato é simplesmente manter tudo atualizado e a funcionar com eficiência, então não precisará disso. Se, entanto, mover o alojamento ou tiver outras tarefas que exijam acesso ao domínio, obtenha-o.
  • Senhas: Depois de verificar todos os pontos acima, mude todas as senhas e mantenha um registro seguro das novas. Isto remove o acesso de qualquer gestor anterior.

2. Solução de Backup:

  • Já existe uma solução de backup implementada? Caso contrário, adicionar uma solução de backup é a prioridade antes de fazer qualquer coisa e após o login e atualizar as senhas. De seguida, crie um backup inicial antes de fazer outras alterações.
  • Se já tiver uma solução de backup, para onde vão os arquivos de backup? Eles podem ir para o gestor antigo, para o cliente – que geralmente tem pouco conhecimento de como recuperá-lo – ou para a conta de alojamento do site. Certifique-se de que os arquivos vão para um lugar que possa aceder com facilidade e rapidez, se necessário.
  • Se a solução de backup existente for um complemento premium, verifique se a conta é paga pelo seu cliente ou pelo seu antecessor. Se for a conta do seu antecessor, consulte o item 6 da lista.

3. Protocolo de Segurança:

  • Tem um? Caso contrário, adicionar um plugin de segurança é a prioridade número dois. Depois de configurado, execute um diagnóstico no site para ter certeza de que está num ambiente saudável. Se o diagnóstico aparecer código não íntegro, deve endereçar isso ao seu cliente o mais rápido possível.
  • Se o site já tiver um protocolo de segurança, qual endereço de e-mail está a receber os alertas? Provavelmente, não é o cliente. Certifique-se de atualizar isso para receber as notificações.
  • Se o plug-in de segurança existente for um complemento premium, verifique se a conta é paga pelo seu cliente ou pelo seu predecessor. Se for a conta do seu antecessor, consulte o item 6 da lista.

4. Contacto geral do site e utilizadores de nível administrador:

  • Verifique as configurações do site para ver qual endereço de e-mail está configurado como ponto de contacto geral. Se é o cliente, provavelmente está ok. Mas se for de outro provedor de serviços, verifique com o cliente qual o melhor email para ficar configurado como principal na gestão do site.,
  • Procure o gestor anterior no WordPress na lista de Utilizador, especialmente no nível Admin, e remova os acesso não necessários.

5. Verifique o certificado SSL:

Tem um? Caso contrário, adicione-o.

6. Conteúdo Premium com Licenças Renováveis:

  • Faça um inventário de todos os recursos premium dessa instalação WordPress. O responsável que criou o site pode ter emitido uma fatura discriminada para o cliente com esses itens listados, mas as hipóteses de isso nunca ter acontecido são altas.
  • Pergunte ao cliente que partes foram contratadas. Se eles apenas pagaram o desenvolvimento, ou todas as licenças premium no site?
  • Alguns complementos não são premium, mas ainda exigem que as contas concedam chaves e atualizações da API. Faça um inventário desses também e obtenha os respectivos acessos.

7. Plugin para gestão:

  • Localize e remova qualquer plug-in de gestão existente. Pode ser incorporado na instalação do WordPress de um host, ou adicionado como um plugin.
  • Instale o seu plug-in de gestão preferido.

8. Comece a gestão profissional:

Certifique-se de que o site WordPress, agora sob a sua responsabilidade, está limpo, eficiente e de acordo com seus padrões profissionais.

Oportunidades para além da gestão

À medida que passa pela lista de verificação acima, é provável que encontre novas oportunidades de serviços que podem ser oferecidos além de meras atualizações. Por exemplo, as imagens são otimizadas? Quão rápido as páginas são carregadas? As páginas são otimizadas para SEO? Verifique a minha lista de plugins de otimização de desempenho do site, incluindo Hummingbird, Smush e SmartCrawl, para serviços expandidos que pode oferecer aos seus clientes de manutenção que não lhe exigem novos conjuntos de habilidades.

 

8 passos para gerir com eficácia um site WordPress existente
3.9 (78.18%) 11 voto[s]

About the author

Faço parte de uma das principais agências digitais em Portugal. Desenhamos experiências para a web ajudando marcas a falar em linguagem digital.

Leave a Reply

Frederico Lopes

Frederico Lopes é um Freelancer de Lisboa, Especializado em WordPress e E-Commerce. Apaixonado por SEO e Conversões é também obcecado por novas ideias, e tecnologias, que tragam mais clientes para seu negócio.
Os Métodos de Pagamento Online mais populares para E-commerce
Os Métodos de Pagamento Online mais populares para E-commerce
22 Julho, 2019
Como criar uma Aplicação Web Progressiva (PWA) em menos de 5 minutos
17 Julho, 2019
As Métricas mais Importantes do Google Analytics
15 Julho, 2019
Certificado Google
fechar

Copie e cole este código para exibir a imagem no seu site