Criação de Sites Profissionais em Portugal.
Email info@fredericolopes.com

36 razões pelas quais ter um “site grátis” é uma má idéia

Home > Blog > Segurança > 36 razões pelas quais ter um “site grátis” é uma má idéia

Se procura por Criação de Sites, acredito que a ideia de ter um site grátis, livre de qualquer encargo, seja uma ideia tentadora. A Internet está cheia de empresas que “prometem” oferecer alojamento e criação de sites grátis. E provavelmente está a perguntar qual é o problema?

Pois neste artigo, vou partilhar 36 razões pelas quais ter um site gratuito é uma má idéia e algo que se deve evitar fazer a todo o custo.

O que significa criar um site grátis?

A maior parte dos iniciantes, querem manter o investimento pelo mínimo,  e eu até compreendo isso.

Portanto, tipicamente vamos ao Google e pesquisamos pela expressão “criar site grátis” e encontramos uma imensidade de empresas que anunciam oferecer, site, alojamento, serviços, tudo de graça. Então porque não aproveitar, certo?

Assim que se inscrever num destes site, vai começar então lentamente a descobrir que afinal estes supostos”sites grátis” são tudo, menos grátis.

Se está a pensar, ou se conheçe alguém que esteja a pensar, em criar um site grátis, sem custos, então tire a ideia da cabeça o mais rápido possível, pois está prestes a desperdiçar imenso tempo sem necessidade nenhuma.

Posso já adiantar 36 razões pelas quais criar um “site grátis” é uma péssima ideia.

1. Extremamente lentos

A maior parte das empresas de alojamento web grátis coloca centenas de sites no mesmo servidor. Isso faz com que os sites demorem muito tempo a carregar. Sites lentos, como já sabemos, prejudica a experiência do utilizador e é péssimo do ponto de vista de SEO.

2. Endereço não profissional

Ter um site com o endereço como omeunegocio.sitesgratis.com não dá uma imagem profissional. Visitantes ou potenciais clientes que forem visitar o site vão ter muitas dificuldades em leva-lo a sério quando nem sequer tem o seu próprio domínio.

E se por acaso usar uma dessas empresas para registar o seu domínio, elas vão cobrar o dobro, ou triplo do que custa realmente, que é aproximadamente 15€ por ano.

3. Serviço grátis, não é na realidade grátis

Muitos destes sites grátis, acabam por ser apenas um “experimente grátis”, e passado algum tempo, a sessão grátis expira e é solicitado o pagamento para poder continuar a usar os serviços. E caso deixe os dados do cartão de crédito na inscrição, então eles podem-lhe cobrar sem sequer avisar nada.

4. Taxas adicionais escondidas

Como qualquer outro negócio, estas empresas de sites grátis precisam ganhar dinheiro. Então podem cobrar ao utilizadores por serviços adicionais, tais como alojamento de imagens, numero de contas de emails, acessos FTP, transferências, plugins, funções, etc.. Acreditem eu já vi de tudo a acontecer.

5. Dados bloqueados

Muitas das pessoas que começam com estes sites grátis e depois chegam à conclusão que querem passar para um serviço pago de qualidade, ficam impossibilitados de exportar o site para outro fornecedor de alojamento web. Então a maior parte opta por pagar a um freelancer para fazer a transferencia do conteúdo manualmente, e isso pode não ficar barato.

6. Anúncios irrelevantes no seu site

Muitos destes serviços grátis são suportados pela publicidade (que novidade, heim) então as pessoas perdem tempo a criar conteúdo, e o próprio site, para depois eles serem pagos pelos anúncios que lá aparecem. Normalmente estes anúncios são enormes, distraem, são horríveis.

A pior parte é que se a sua concorrência for minimamente inteligente, podem usar estas empresas de sites grátis e colocar anúncios deles a aparecer dentro do seu site. Quer saber mais como sabotar o seu negócio?

7. Eles podem encerrar o seu site

Pode verificar nos termos e condições bem claro que estas empresas reservam-se ao direito de cancelar o site a qualquer momento e sem nenhum aviso prévio, nem possibilidade de salvar o conteúdo.

8. Estas empresas podem desaparecer a qualquer instante

A qualquer momento, estas empresas de sites grátis podem decidir arrumar as malas e ir embora. Eles simplesmente encerram os servidores, e serão perdidos todos os dados e contas. Os termos e condições, irão lhes proteger judicialmente.

9. Irá perder o endereço do site

Se estas empresas decidem apagar o seu site, então vai perder o endereço do site também. A maior parte das vezes é um sub-domínio associado a esse serviço. Não é possível duplicar esse endereço nem direccionar os utilizadores para outro site noutro local.

10. Eles podem vender a sua informação

Lembre-se que estas empresas precisam ganhar dinheiro para se manter no ativo, e uma boa regra a manter em mente é: Se não estás a pagar para isso, então és o produto.

Pack WordPress 2024

Estas empresas não vão ter dificuldades em ganhar dinheiro ao vender os seus dados como informação pessoal, email, telefone a outras empresas. E os termos e condições que ninguém nunca lê irão fornecer imunidade para tal.

11. Sem ferramentas de desenvolvimento

Ao contrário de um serviço de alojamento web sério, estas empresas fornecem ferramentas de construção muito arcaicas, que apenas vão servir para criar um site que nunca irá ter um aspecto minimamente profissional.

12. Sem WordPress

A maior parte destes serviços grátis não permitem a instalação do WordPress nos servidores. O WordPress exige um pouco mais de recursos que um site grátis pode oferecer.

13. WordPress Limitado

Mesmo que permitem a instalação do WordPress em serviços de sites grátis, os servidores simplesmente nunca vão ser capazes de processar a informação. Irá encontrar vários bugs e erros que irão arruinar a sua experiência em WordPress.

14. Distribuição de Malware

Serviços gratuitos de Web são claramente distribuidores de malware. Seja por uma segurança pobre ou inexistente ou por benefícios monetários.  Em qualquer um dos casos , afectará a reputação e SEO do site.

15. Pode tornar-se parte de uma “Link Farm”

Uma das razões para que estes “sites grátis” desaparecerem com frequência e depois voltarem com outros nomes, é um esquema conhecido de ganhar dinheiro através de um método muito pouco ético.  Um método em que se vende milhares de páginas criadas por utilizadores reais, para depois serem usadas para Spamm, mercados paralelos, sites de jogos, etc…

16. Largura de banda limitada

A largura de banda é a quantidade de dados que passam do servidor para o browser, ou seja, o numero de visualizações que o site pode ter. Largura de banda custa dinheiro e por isso os “sites grátis” vêm com muito pouca disponível.

17. Pouco espaço de disco

As empresas de sites grátis alojam milhares de sites no mesmo servidor. Normalmente fornecem muito pouco para cada utilizador. Quando atingir o limite terá de pagar para obter mais espaço de disco disponível.

18. Vulnerabilidade para ataques de hackers.

Devido ao baixo nível destes sites, a vulnerabilidade é acrescida para ataques de hackers. Se o seu site for atacado, será muito difícil recupera-lo pois as empresas nestes casos bloqueiam o acesso aos ficheiros.

19. HTLM num número limitado de páginas.

Isto sequer de haver programação HTML nestes sites, será apenas para um número limitado de páginas. Algumas dessas empresas de sites gratuitos oferecem apenas um número limitado de páginas no seu site. Se pretender adicionar mais páginas, terá de actualizar para um plano pago.

20. Baixa credibilidade entre os utilizadores

Quando o site é grátis tem publicidade desnecessária e sem propósito. Os seus utilizadores não estarão inclinados a acreditar nos seus produtos ou serviços, tenho a certeza. Logo isto irá arruinar o propósito do site.

21. Escolhas de Design limitadas.

Ao contrário do WordPress, onde pode escolher milhares de templates WordPress, sites grátis, apenas deixam escolher entre poucas opções de Design. Não poderá usar o seu próprio design ou um de que realmente goste.

22. Sem ajudas ou apoio ao cliente.

Estes “sites grátis” fornecem nenhuma ajuda aos seus utilizadores. A menos que pague.  Terá que configurar sozinho todo o site, desperdiçar dezenas de horas, para nunca ficar apelativo nem credível.

23. Não pode gerir publicidade ou ganhar dinheiro

Mesmo que a empresa responsável pelo site exiba os seus próprios anúncios no seu site, eles não permitem que execute anúncios ou ganhe dinheiro com o seu site. Não será capaz de adicionar links de afiliados nem adicionar o Adsense ao site.

24. Não existem cópias de segurança

Não há nenhum conceito de backups regulares nesses sites gratuitos. Eles não fazem backup de seus dados e, se algo de mal acontecer ao seu site, não há como restaurar os dados.

25. Difícil sair

As empresas que oferecem estes serviços muitas vezes ganham dinheiro com o conteúdo criado pelos seus utilizadores. Intencionalmente tornam difícil sair do sistema. Isto significa que o seu site permanecerá nos servidores deles, e não será possível move-lo.

26. Nenhuma estatística ou análise decente

Numa boa empresa de alojamento web, é possivel obter estatísticas gratuitas sobre os visitantes. Instalar o Google Analytics ou qualquer outro contador de tráfego. Em sites gratuitos, eles não permitem que se adicione o Google Analytics porque eles executam seu próprio código de análise.

27. Será direcionado a ofertas de e-mail

Lembre-se que essas empresas precisam cobrir os seus custos, fazer dinheiro por métodos alternativos. Irão enviar continuamente e-mails com ofertas especiais. Sem mencionar que podem vender o seu endereço de e-mail para outras empresas de marketing também.

28. Sem suporte para dispositivos móveis

Não será possível atualizar o seu site a partir de dispositivos móveis ou portáteis. Estas empresas têm na maior parte dos casos, o painel de controlo projetado apenas para o desktop. Isso tornará mais difícil atualizar o site.

29. Sem pensar em telemóveis

Nenhuma destas empresas terá o cuidado de desenhar o site, a pensar primeiro na navegabilidade em telemóvel, no máximo será “adaptado para telemóveis” mas nunca “primeiro em telemóveis”. Desta forma perderá todos os utilizadores que vejam através de telemóvel,

30. Nenhum e-mail profissional

Não pode criar contas de e-mail com o seu próprio nome de domínio. Isso significa que terá que usar o seu gmail ou hotmail, contas de e-mail que não parecem muito profissional.

31. Nenhum formulário de contacto

Todos os sites precisam de pelo menos um bom formulário de contacto. Muitas destas empresas de sites gratuitos não deixam adicionar formulários de contacto personalizados. a não ser que pague é claro. E mesmo assim nunca vai conseguir colocar por exemplo, um código de rastreamento de contacto do analytics

32. Funções de carregamento de ficheiros limitados

Com empresas de alojamento pago, é possivel enviar arquivos ilimitados para o site através dos métodos convencionais, tipo FTP ou uploader do WordPress. Estas empresas nunca lhe vão dar tal possibilidade

34. Nenhuma maneira de configurar redirecionamentos

No WordPress é possivel configurar redirecionamentos de muitas maneiras diferentes. Esta é uma maneira muito útil para manter as pontuações SEO. Com sites gratuitos, não é possivel configurar qualquer tipo de redirecionamentos. Mesmo se passar para um serviço pago mais tarde, não será capaz de redirecionar os usuários do seu site gratuito.

35. Investir tempo num site gratuito é imprudente

Se tem alguma intenção séria de construir algo na web, então nunca deve começar com um site gratuito. Como leu neste artigo, eles não são confiáveis, são inseguros, difíceis e extremamente limitados nas opções de crescimento.

36. Nem mesmo para “apenas ganhar prática”

Sites gratuitos são efectivamente terríveis, mesmo que só queira praticar.

Boas alternativas para um site grátis

A melhor alternativa para um site grátis é, naturalmente, um site pago!

 

Sobre o autor

Frederico Lopes é um Profissional Certificado pela Google na Criação de Sites, Especialista SEO e Formador de E-Commerce na FLAG. Foi eleito recentemente, pelo JORNAL PÚBLICO como uma das pessoas mais relevantes em 2019, na área da Formação de Marketing Digital em Portugal.

Deixe o seu Comentário

 

Frederico Lopes

Frederico Lopes é um Profissional Certificado pela Google, Especialista SEO e Formador de E-Commerce na FLAG. Eleito recentemente, pelo JORNAL PÚBLICO como uma das pessoas mais relevantes, na área da Formação de Marketing Digital em Portugal.

Aumentar as Vendas?

Eu vou ajudar o seu negócio a crescer .

    Eu concordo com o armazenamento dos meus dados de acordo com as Políticas de Privacidade

    Pack WordPress 2024
    Certificado Google